Adesão ao E-medicar – Versão 3.0 – RSP

Licenças de utilização anual por prestador por apenas 100 €/ano.

Adesão ao e-medicar

  1. Deve enviar um e-mail para suporte@adminsaude.com para a adesão ao Sistema E-medicar Versão 3.0
    1. Devem ser enviados os dados necessários para a emissão da factura (nome, nº contribuinte, morada, etc.)
  2. A Adminsaúde enviará toda a informação para adesão ao E-medicar e para obtenção dos códigos de prescrição junto da SPMS
  3. Os pagamentos serão efectuados por Multibanco, após envio das referências por parte da Adminsaúde.
  4. Será enviado para o seu email a indicação de qual o nº de subscrição
  5. Ao preço apresentado está garantida o Módulo de Prescrição de Medicamentos – RSP e o Módulo de MCDT’S (caso seja referida a necessidade de utilização e exista acordo do LP com ARS)
  6. A todos os preços apresentados acresce o IVA à taxa legal em vigor
  7. A Adminsaúde não é responsável por qualquer prescrição efectuada, sendo os dados respectivos da responsabilidade dos médicos prescritores
    1. Os dados dos utilizadores ou qualquer dado presente na Base de Dados não é transmitido a qualquer terceira entidade.

É da exclusiva responsabilidade dos clientes/médicos prescritores:

  1. Para efeitos de PEM e em todos os softwares, os clientes estão sujeitos ao pagamento e autorização da CNPD (Comissão Nacional de Protecção de Dados) por Local de prescrição. O pagamento é inteiramente para a CNPD e tem um custo único de 150,00€. A Adminsaúde pode, caso seja solicitado, auxiliar no processo.
    A responsabilidade perante a CNPD é totalmente do cliente (médicos/clínica)
  1. Existência de Leitores de cartões smart card – para emissão de receitas sem papel
  2. Sistema Operativo e browser compatível com a autenticação e assinatura digital (CC/OM)
  3. Para a emissão de receitas sem papel – RSP – Cartão do Cidadão/Cédula Ordem dos Médicos válida e actualizada
    1. A obtenção dos PIN, manutenção e processo de autenticação são da exclusiva responsabilidade dos médicos prescritores, juntos das entidades competentes